ShapeBlue Ajuda a RNP a Implementar Nuvem Apache CloudStack em Data Centers Baseados em Contêineres no Brasil

,

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) é a NREN do Brasil, ou Rede Nacional de Pesquisa e Educação, e foi criada em 1989. Seu backbone da rede acadêmica começou a ser construído em 1991. A RNP possui 27 pontos de presença, um em cada estado brasileiro e um localizado no Distrito Federal. Ela conecta 15 redes estaduais e mais de 900 instituições.

Em 2014, a RNP instalou dois data centers em contêineres, um Huawei IDS1000-A (Solução All-in-one) e três Huawei IDS1000-C (agrupados em cluster). Esses equipamentos foram doados pelo governo chinês em um pacto de cooperação internacional entre Brasil e China, firmado através do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação. Os contêineres fornecem uma solução de data center altamente integrada e de pequena capacidade. Eles integram todos os sistemas de data center em um contêiner tradicional, incluindo a fonte e distribuição de energia, resfriamento, equipamentos de TI, cabos, extintores de incêndio, proteção contra sobretensões e monitoramento.

Por razões estratégicas, os contêineres foram instalados nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Após analisarem os contêineres que haviam sido doados, a equipe do projeto concluiu que haveria dificuldade para utilizá-los para implementar a Nuvem Acadêmica Brasileira, que já havia sido planejada antes das doações ocorrerem. Consequentemente, a RNP decidiu buscar por uma plataforma de nuvem alternativa para os data centers.

Apache Cloudstack: a melhor plataforma em termos de custo, manutenção técnica e operação

A escolha natural para o projeto seria de escolher a plataforma que foi recebida com a doação dos data centers. Porém, após analisarem as suas funcionalidades em comparação com as necessidades trazidas pelo time de Cloud da RNP, foi decidido que haveria dificuldade para implementar a Nuvem Acadêmica Brasileira nessa plataforma. Consequentemente, uma alternativa foi buscada, como explica Leandro Marcos de O. Guimarães, Gerente de Serviços da RNP:

“Inicialmente nós analisamos o OpenStack por ser uma plataforma amplamente utilizada pela comunidade acadêmica e NRENs (National leandroResearch and Education Network) no Brasil. A análise revelou que em poucos casos as implementações possuíam muitos usuários ou estavam em estágio de produção. Além disso, algumas NRENs estavam migrando sua nuvem de OpenStack para o Apache CloudStack a fim de reduzir o tamanho do time de operações e, portanto, reduzir custos. Como resultado desses fatores nós decidimos que o Apache CloudStack seria a melhor plataforma para a nossa nuvem, especialmente em termos de custo, manutenção técnica e operação. ”

Arquitetos de Cloud da ShapeBlue garantem implementação rápida

Após selecionar o CloudStack, a próxima fase do projeto foi treinar a equipe de operações, planejar sua instalação e sua implementação técnica.

Nesse ponto a RNP contatou a ShapeBlue e começou a dialogar sobre uma maneira viável de completar o projeto. Os Arquitetos de Cloud da ShapeBlue trabalharam com a RNP e decidiram coordenar inicialmente sessões de workshop nas quais a RNP reuniu todos os seus departamentos internos (segurança, TI e serviços). Ali eles puderam planejar o trabalho que necessitaria ser realizado em Manaus, no Amazonas, o primeiro local de implementação.

“Toda a documentação foi finalizada pela ShapeBlue, a fim de que quando a equipe chegasse a Manaus todos já soubessem o que deveriam fazer, reduzindo o tempo de implementação para apenas uma semana. O projeto inteiro foi planejado, documentado e uma nuvem CloudStack foi implementada em apenas 2 semanas” diz Leandro.

Integrando nuvens

“Nós não consideramos a ShapeBlue apenas como um fornecedor”, diz Leandro. “Pela maneira com que trabalharam conosco no projeto, nós os consideramos um parceiro confiável. O conhecimento que eles empregaram é impagável, pois além das informações técnicas eles de fato nos ajudaram com algumas das decisões que precisamos tomar durante a implementação, trazendo uma experiência de mercado considerável para nos auxiliar a completar esse projeto com sucesso.”

cdcCom a plataforma CloudStack instalada já há algum tempo, a RNP foi capaz de reconhecer com clareza os benefícios de sua escolha, como explica Leandro. “Primeiramente a arquitetura integrada do CloudStack torna o processo operacional mais suave. Em segundo lugar, nós fomos capazes de implementar o CloudStack desde o começo para que fosse totalmente integrada com nossa federação de identidade baseada no Shibboleth, a CAFe, ou Comunidade Acadêmica Federada. Isso é fundamental para que possamos entregar o nível correto de gerenciamento de usuários, possibilitado a integração de nuvens, algo que nós já alcançamos entre a RNP e a USP (Universidade de São Paulo). Atualmente é possível conectar máquinas virtuais da nuvem da RNP com a nuvem da USP e vice-versa em uma rede privada e autenticar usuários em ambas as nuvens utilizando uma única identidade.

Leandro conclui, “A ShapeBlue nos trouxe uma parceria sob medida, de maneira que foi possível lançar a nuvem dentro do tempo previsto. Sem a perícia, experiência e conhecimento do produto da ShapeBlue, nós não seríamos capazes de completar o projeto dentro dos nossos prazos e orçamento.”